mamães, maternidade, papo de mãe, vida de mãe

Wanessa Buaiz

Tão feliz!!! Acho que assim eu começo a contar sobre a “girl da semana”: feliz porque ela é muito, muito querida para mim, feliz porque ela trouxe muita coisa bacana para vocês hoje e feliz por ter este espaço aqui e ver ele crescendo cada vez mais e poder dividir toda esta riqueza de informações!
A Wanessa é minha amiga de infância, nos conhecemos quando tínhamos 11 anos (ui já somos trintonas rs) e ela é uma amiga que eu sempre tive ali “guardada do lado esquerdo do peito”. Passamos muitas emoções juntas (suas músicas representam cada fase da minha vida e são as trilhas sonoras de minha adolescência inteira rs ).

E quando falamos de uma amizade, falamos de tempo, de tempo que une, e o tempo que separa… e hoje, apesar da vida corrida de cada uma, a gente sempre dá um jeito de se encontrar ou se falar! E a Wã faz parte “das meninas” – da minha turma das amigas de infância, que originou do nome do blog: foi com inspiração no nosso lifestyle que o blog começou!
E a amizade das meninas se transformou: somos hoje primeiramente mães! E quem é mãe sabe: o tempo se torna cada vez mais curto para exercer os outros tantos papéis que a vida nos exige (e é também importante a nós desempenharmos! Os papéis de esposas, amigas, trabalhadoras, filhas, etc…) – São muitos “papéis” e em cada um deles há uma troca, e a troca é a base das amizades: a gente traz um pouco de si e leva um pouco de cada AMIGA.
E hoje a gente vai conhecer o lado MÃE da Wanessa em um bate papo super leve e gostoso que eu fiz com ela aqui para o blog, de amiga para amiga!
Vocês vão conhecer uma suuuuper mamãe, que deita e rola com o filho, que está sempre pronta a estimular, a ensinar a criar!
Vamos lá?
WANESSA MÃE GRAVIDA
Nome: Wanessa Camargo Buaiz
Idade: 31 anos
Profissão: Cantora
Mãe de:José Marcus – 2 anos e João Francisco (na barriga rs)
Antes de ser mãe eu fazia/eu era: antes de ser mãe eu era completamente focada na minha vida particular (marido, amigos, família) e no meu trabalho. Pensando nos meus objetivos, nos meus anseios e desejos.
Depois da maternidade eu sou: uma pessoa que esquece de si mesma o tempo inteiro. Depois da maternidade eu aprendi a não pensar em mim em primeiro lugar, a ver sempre meu filho em primeiro de tudo.
Como foi a escolha dos nomes: eu e o Marcus conversamos muito, pois o primeiro filho ele queria muito João e eu queria muito José. José foi um nome que eu sempre quis para o primeiro filho (menino), independente de ser o nome do meu pai. E então, começamos a pensar, pois o Marcus também queria que fosse um nome composto, e então eu topei a idéia do nome composto, mas o que combinaria com José? E ele começou a sugerir um monte de nomes e surgiu uma hora que ele falou “José Marcus”, e então me “bateu no coração” que este seria o nome dele…uma coisa meio intuitiva…de você sentir.
E o João, já veio com este nome, pois já havia nosso acordo de que o segundo filho seria João, e então queríamos novamente um nome composto, para combinar com José Marcus, e de novo fizemos um jogo de vários nomes e na hora que veio João Francisco eu senti de novo a mesma coisa. Aquela sensação boa…
Você amamentou? Gostou? Eu gostei muito de amamentar, foi uma das experiências mais gostosas, que me davam mais prazer. Eu adoraaaaava tirar leite rs, adorava ser esta “mãe leiteira” e mesmo quando o José não estava mamando eu ficava tirando leite rs. E assim amamentei até os 8 meses, pois foi quando comecei a viajar para fazer show e fiquei doente, tive que tomar um antibiótico, que secou muito meu leite e já não tinha mais como tirar para as viagens. Acredito que a logística de “tirar” atrapalhou muito esta continuidade. Eu fiquei feliz, mas gostaria de ter amamentado mais.
campanha-ministerio-da-saude
Como você se preparou para ser mãe?
A primeira preparação que acontece é você ouvir muito, e esta foi minha primeira lição: escutar as mães que estavam a minha frente, amigas, minha própria mãe, minha sogra…escutar estes conselhos. Acredito que são dicas valiosas a ouvir e importantes e diferentes pontos de vista que podem te ajudar a encontrar o seu.
Em seguida participei de um curso chamado “Little Genius”, que é um programa de “Capacitação em Estimulação das Múltiplas Inteligências do Bebê no Ventre e em seus Primeiros 6 Anos.”
O Programa é composto por 6 cursos interdependentes em conteúdo e objetivos, que ajudam os pais e cuidadores a saberem como estimularem as crianças a alcançarem todos os seus potenciais intelectuais, sociais e emocionais para um futuro de sucesso, são eles:
• Estimulação da Gestação aos 3 Anos.
• Inteligência Emocional para Crianças.
• Linguagem de Sinais para Bebês.
• Matemática para Bebês e Crianças.
• Leitura para Bebês e Crianças.
• Preparar… Apontar… Sono
Eu fiz a primeira opção, direcionado á mães de primeira viagem (Estimulação da Gestação aos 3 Anos) e este curso então me deu muita bagagem.
Outra dica, é a leitura: dentre os diversos livros que eu li alguns foram muito legais, o tradicional “O que esperar quando você está esperando” traz um conjunto de informações sobre este momento, desde a gravidez até o parto, e é um companheiro para todas as horas, dúvidas e momentos.
Então eu lia muito e buscava muita informação, mas hoje eu vejo como nada substitui o dia a dia e a vivência. É muito importante estar atenta a seu filho. Ás vezes as teorias caem por água abaixo, pois cada criança é diferente, então você pode ler no guia “faça isso, e isso e aquilo” e não dá certo porquê seu filho tem um jeito específico de ser, tem a sensibilidade do comportamento dele, e a gente aprende claro todas as dicas, se informa, mas nada como ser mãe, criar e conhecer seu filho. Aprender a lidar com ele da melhor forma.
E você achou que estes estímulos, este trabalho que você fez com ele desde a gestação fez diferença?
O que eu fazia muito com o José Marcos, e que eu acho que foi muito legal, e estou fazendo com o João são 2 coisas que eu adoro: conversar com ele (quando ele ainda está na barriga – mesmo que você pareça uma doida rs) e contar historinhas. Eu costumo preparar o ambiente para isso também: apagar a luz do quarto, fechar as portas e deixar um silêncio e assim falo diretamente com ele, que é a linguagem que quando ele nascer eu vou usar, é o mesmo modo que eu vou fazer para falar com ele. Eu sinto que muitos dos estímulos que eu faço na barriga com ele, ele responde na hora: o carinho, a massagem, eu faço uma brincadeira de ritmos na barriga e ele responde, de movimentos, de virar para um lado ficar 1 minuto, virar para outro ficar mais 1 minuto (fazer isso durante 5 minutos), e estes estímulos e brincadeiras foram aprendizados do “Little Genius” – outra forma de estímulo que eu também aprendi foi a “brincadeira” de apagar a luz do ambiente, pegar uma lanterna e colocar na barriga…e andar/mexer com esta lanterna,  e quando a lanterna pára ele chuta: ele está procurando a luz lá dentro!  Este “trabalho” para a visão da criança é um estímulo cerebral muito legal!
Hoje eu acredito que algumas respostas do José foram frutos deste trabalho: José Marcus falou “mamãe com 8 meses” e ele têm uma ligação musical muito forte.
wanessa mãe dicas maternidade filhos
Outro curso também que você havia me contado era sobre “a linguagem de sinais” também foi dentro deste programa?
Sim, eu optei também por este curso porque queria que a comunicação com meu filho fosse o mais rápido possível. Então eu fiz com ele um pouco, não que eu falasse o tempo todo com ele, falava somente o básico, e ele me respondia super bem! Ele entendia o “não”, o “mamãe” e hoje é uma criança que se comunica muito bem! Até na musicalidade eu consigo enxergar um desenvolvimento muito bacana, ele cria músicas, inventa sons, faz músicas com frases…
Outra diversão direcionada que eu fazia com o José, era frequentar um espaço chamado “Steps” – íamos desde os 7 meses e paramos a pouco tempo (José agora entrou na escola). Aonde o José fazia aulas de movimento (porque como ele é mais pesadinho, mais fortinho eu tinha que estimular muito este movimento dele) . José concluiu todos os desenvolvimentos motores no tempo correto: sentar, andar, engatinhar. Acredito que este trabalho também fez diferença.
steps baby lounge2
steps baby lounge
Mas o mais interessante de tudo é que cada mãe tem suas habilidades e o ser mãe já “desabrocha” na gente uma habilidade especial para trabalhar e conhecer seu filho, então a minha principal dica é: tirar um tempo para brincar, e brincar mesmo! com seu filho. ( não contar as horas de tomar banho, dar comida, fazer dormir – cuidados básicos são também, lógico,super importantes para que ele fique bem etc) – mas aqui eu falo de ter um momento seu e dele de diversão! Todas as mães vão se descobrir, sem fazer curso nenhum, é só começar!!! Algumas opções de como fazer? Ouvir uma música, dançar, fazer coisas que você goste de fazer, contar historinhas…pintar!
E este trabalho pode ser iniciado desde que nasceu: fazer barulhinhos para ele, sentir o toque da mãe…
Como lidou (e lida) com a gravidez? A barriga crescer…você curte este momento? Se sente bem?
Eu acho lindo gravidez, acho a barriga linda, mas quando têm neném rs e acho horrível quando sai o neném rs. E a vaidade da mulher tem que ser trabalhada neste momento, porque a gente muda mesmo… não sei, mas aqui comigo eu sinto assim, a minha pele piorou, eu retenho muito líquido então fico inchada, tem  gente que muda até o nariz!!!
Mas particularmente a fase que eu começo a curtir mesmo é quando eles começam a mexer, e é neste começinho que eu estou com o João, curtindo muito. E aí você sente que realmente tem um “nenê” com você. É muito bom.
wan6
(FOTO: VITOR K. NEVES)
E você sente diferença da primeira gravidez para a segunda?
Ah sinto, hoje grávida do João estou muito mais tranquila e relaxada do que na primeira gestação, porque obviamente já passei pela mesma situação, então se eu sinto alguma dorzinha já sei como lidar. Na primeira tudo era aumentado. E outros sintomas que eu tive na gestação do José Marcus como sangrar o nariz e ter muita coceira na barriga não estou tendo tanto agora. Tive também um problema de circulação na mão, que começou com uns 5/6 meses em que meus dedos formigavam ( e estou torcendo para não sentir nesta)…ainda não começou.E alguns novos sintomas apareceram agora na gravidez do João: nesta gravidez eu tive algumas fraquezas e na do José Marcus não havia me sentido assim. Na gravidez do José Marcus eu tinha muito mais fome, nesta gravidez eu tenho que “me obrigar para comer”. Na gestação do José Marcus engordei 17 kg, acredito que nesta não chegarei neste número não rs! ( 6 meses 8 kg na segunda gravidez).
Quais as roupas preferidas para usar grávida?
Primeiro eu evito muito salto. Estou usando muito pouco, somente quando é necessário…também tudo que é jeans está guardado no armário. Não consigo usar, me incomoda. A preferência é por roupas confortáveis para não passar mal e assim estou naquela fase de “boyfriend style”: tudo mais larguinho.
wanessa gravida estilo
O que você considera uma boa dia pós-parto?
Eu fiquei muito cansada nos primeiros meses. Amamentava de 2 em 2 horas então para mim este início não foi fácil, é bem cansativo. Então uma dica que eu acho importante é se alimentar muito bem porque amamentar “te tira as energias”, e o amamentar é muito muito muitoooo importante, você deve procurar saber como fazer, ter pessoas experientes ao seu lado para lhe ensinarem nos primeiros dias. Acho que uma ajuda extra, seja de sua mãe, sogra, amiga, babá, enfermeira também é de extrema importância pois tudo é novo, tudo é difícil. Alguém que possa ficar para você dormir entre as mamadas…porque é um momento que você precisa descansar. Acredito eu, que grande parte das mulheres que têm cansaço, depressão é por falta de descanso: o corpo entra em estafa e a mente junto. São muitas mudanças. Acho que este suporte é imprescindível nestes primeiros dias e momentos depois do nascimento.
Você lembra como foram os primeiros dias com o José? Como espera que seja a chegada do João?
Me recordo de estar apaixonada. Eu estava completamente apaixonada, enlouquecida…era tão mágico e eu fiquei muito emocionada. E até os 15 primeiros dias, era um mundo completamente novo, era uma mãe “leoa”, não deixava ninguém chegar perto e não saía de casa. Demorei 4 meses para sair pela primeira vez. Mas foi tudo tranquilo, não tive depressão pós parto, eu queria mesmo era curtir o momento, aproveitar cada segundo, minuto. Tinha amigos e amigas que me visitavam sempre, eu não saía mas a casa estava sempre cheia. E foi muito gostoso. Não falei de trabalho, não pensei em trabalho. Era outro momento.
wanessa capa caras jose marcus
A Caras e a Pampers tiveram acesso e publicação da primeira foto JM e em troca, a Pampers doou R$150.000,00 pra a UNICEF.
Achei muito linda esta ação da Wã – que mundo melhor seria se todos fossem assim! Tão pouco para ela, uma imagem e muito para quem precisa! Para quem não sabe e não conhece o trabalho da UNICEF, coloquei aqui para vocês: “O Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF está presente no Brasil desde 1950, liderando e apoiando algumas das mais importantes transformações na área da infância e da adolescência no País, como as grandes campanhas de imunização e aleitamento, a aprovação do artigo 227 da Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente, o movimento pelo acesso universal à educação, os programas de combate ao trabalho infantil, as ações por uma vida melhor para crianças e adolescentes no Semi-árido brasileiro.”
Você compra muitas roupas para o José Marcus? Como está fazendo o enxoval do João?
Eu ganhei muitos presentes para o José Marcus.Então acabei comprando as peças mais básicas como bodies para o dia a dia etc… Pouca coisa foi necessária para comprar.
A loja que eu mais gosto hoje aqui no Brasil é a Enfance, a qualidade dos produtos é incrível. O tecido é maravilhoso, eles trabalham com o algodão egipcio, aquele bem levinho. É hoje minha loja preferida aqui no Brasil. Eles têm das peças mais básicas, como os bodies brancos e saídas de maternidade.
O que eu não posso deixar de falar também, é que o meus fãs deram muuuito presentes para o João. Não tenho palavras para agradecer todo o carinho. Normalmente o segundo filho sempre ganha menos, e a gente fica “com aquele medo”, mas sim ele também está sendo muito bem recebido. E eu muito feliz.
enfance roupas bebe nene
enfance roupa menino
Fiz o enxoval inteiro do João com eles e estou completamente apaixonada pelos produtos. Desde os lençóis, cobertores as roupinhas, eles têm tudo e da melhor qualidade.
foto 2 (1)
Qual o momento que mais te marcou como mãe? Teve  algum momento especial?
São muitos os momentos marcantes, o nascimento, os primeiros passos, a primeira vez na escola, a primeira vez que ele mamou, a primeira vez que ele comeu uma comidinha sólida…tudo é especial. Mas acho que então posso dizer que o dia que ele falou “mamãe” pela primeira vez pode ser o escolhido, sei a data de cor.  As três primeiras palavras do José foram: mamãe, papai e bola.
wanessa josé marcus
Quais os “itens de sobrevivência” de uma mãe em uma saída de casa?
Os itens básico que eu sempre levo quando, por exemplo, pego um vôo com ele são: água, DVD, mamadeira, chupeta (o José só usa para dormir e para um momento que seja necessário acalmar) e um brinquedinho.
Qual o programa predileto da família, que você o Marcus adoram fazer com o José?
Passear, andar pelo condomínio, adoramos ir em parques! Em nossa última viagem ao Rio de Janeiro, agora no Carnaval, fomos muito ao Parque Lage, ao Jardim Botânico, na Lagoa….a gente prioriza programas ao ar livre.
Quais as viagens que mais gostam de fazer? Algum destino especial para ir em família?
Temos 2 destinos que somos fãs e sempre vamos: a Fazenda em Goiás que o José adora (ele ama os bichos, galinhas, cavalo, boi, etc) e ir ao Rio de Janeiro passear, aonde a avó mora (mãe do Marcus), ele já tem até os amiguinhos do prédio da vovó.
O Rio de Janeiro tem muitas opções bacanas para crianças: além dos outros parques que eu já disse também adoramos ir ao Centro Cultural Goiabeira Coisa e Tal  na Barra da Tijuca, ao Planetário e lógico também a praia.
Goiabeira rio de janeiro
Descreva um dia de vocês:
De manhã levo o José á escola, levo ele todos os dias. A adaptação dele foi super tranquila. Acredito que o fato de ele ter entrado junto com o “melhor amigo” ajudou muito esta adaptação, então este ponto foi super tranquilo. Depois de deixá-lo, volto para casa e trabalho, resolvo pendências e pego ele no colégio 12h00 e então almoçamos, ele toma banho e depois o José tira uma sonequinha, sempre ás 14hrs. Após a sonequinha é hora de brincar, fazer alguma atividade, ir ao parque do condomínio etc. Acredito muito também do momento do ócio, a criança necessita deste momento então procuro não ocupar o tempo todo do José.
3 lições e valores que espera passar a seus filhos:
1-Amar ao próximo, compaixão ao próximo acredito que seja muito importante para a vida em geral. 2 -Ter fé, ser um homem de fé. No sentido de acreditar em si mesmo, ter sonhos, objetivos, acreditar. Ser do bem, um homem que priorize trazer amor e felicidade as pessoas. 3- Quero que o José seja um homem que priorize a verdade em sua vida.  Ser verdadeiro com ele mesmo e também com os outros que estejam a seu redor.
Quais os desafios a superar agora?
Acho que agora vai ser a adaptação com a chegada do João, trabalhar o ciúmes do JM com a chegada do irmão, acredito que também vai ser um desafio.
E pensar que o desafio é diário, porque educar não é fácil.
E por fim, não colocar suas expectativas em cima de seu filho. Saber que ele terá os momentos dele, em que ele não irá querer você por perto, deixá-lo crescer, se conhecer. Entender as fases. Entender que muitas vezes ele terá escolhas que não serão as mesmas que você têm e não fazer disso “um drama”.
Saber que seu amor nunca será insubstituível.
Ser mãe é:  decidir ter o coração para sempre para fora do seu corpo. Esta para mim é a maior definição do que é ser mãe.
filho coração
Wã, minha amiga querida, agradeço muito por este bate papo e por todas as dicas e ainda mais…por ter aberto o seu coração para nós. Que o João venha com muita luz e muita saúde!
Deixo aqui girls os contatos de algumas dicas que a Wã passou:
Curso Little Genius: http://www.littlegenius.com.br/home/index
Parque Lage Rio de Janeiro: http://www.eavparquelage.rj.gov.br/
Centro Cultura Goiabeira: informações http://www.3rbc.com.br/cms/centro-cultural-goiabeira-coisa-e-tal-um-divertido-espaco-de-aprendizado-e-lazer-para-a-criancada/
Escola Steps em São Paulo: http://stepsbabylounge.com.br/
Enfance – Moda Infantil e Enxoval para bebês e crianças: http://www.enfance.com.br/

1 Comentário

  1. telinha

    20/03/2014 at 00:21

    Ameiiiii !!! Que lindo..Wã maravilhosa!!!

Comente!