Baby, filhos, filmes, papo de mãe, toddlers

Papo de mãe: o primeiro filme

ursinho pooh e efalante

As mamães sempre têm dúvidas de quando os pequenos começam ou conseguem ver um filme inteiro. Acho que eu fiquei super ansiosa por este momento. Não me lembro ao certo o porquê: se era querer curtir este momento com ela – ou seja ver algo além da Galinha Pintadinha (que a gente passa a não aguentar mais rs) ou a ansiedade de ir no cinema pela 1a vez com a filhota!

Enfim vou dividir aqui, o que eu divido com minhas amigas: o primeiro DVD da Helena. Ou seja, o primeiro filme que eu coloquei para ela ver e que ela amou e conseguiu ver inteirinho!

Helena começou a ver filmes com 1 ano e meio. Antes disso, o que rolava aqui em casa era muita XUXA, Galinha Pintadinha (como já falei acima) e Baby Einstein. Neste post aqui tem as dicas desta fase.

Mas voltando ao filme/DVD, qual escolher entre tantas opções?

Alguns pontos devem ser considerados, na minha opinião: não colocar filmes com monstros, não ter vilão, ser leve, e alegre e sem cores muito vibrantes (para não agitar, sei lá – coisa pessoal mesmo, tenho aflição destes filmes mega ultra cheio de cores para os muito pequenos). Acho que o primeiro filme a se apresentar pode ser mais leve né?

Por isso, e até por indicação de uma amiga minha, que já era mãe, o primeiro filme que a Helena viu foi do Ursinho Pooh. Sim, o Ursinho mais fofo da história: me apaixonei pelo Pooh. Acho que assistimos 1.987.098.987 vezes.

ursinho pooh primeiro dvd

E o primeiro DVD então foi este aí: O Pooh e o Efalante!!!

Helena amou o filme, e eu também!!!

foto

Esta frase minha aí de cima “eu me apaixonei  pelo Pooh” acho que é (um dos)motivos rs que faz as mães se tornarem tão ansiosas: a gente se apaixona e se encanta junto com os desenhos. A gente também canta as músicas e decora as falas. A gente também quer escolher o filme.( “Mamãe vamos ver o Pooh e o Efalante, ah não hoje vamos ver o Leitão? – tipo assim rs”)

E o porquê do Pooh? Porque é um filme leve, que não há vilão, não há “o mal”, não há tristeza…. para quê apresentar coisas ruins tão cedo? E eles sentem medo com cada coisa que a gente nem imagina…imagina com o “mal” representado? Sei lá, isso é pessoal, mas aqui em casa esta escolha foi suuuuuuuuuuper certa! E seguimos com o Ursinho Pooh e sua turma durante uns 6 meses até passar para as Princesas e afins.

Fica a dica para as mamães se aventurarem.

Preparem a pipoca, eles vão amaaaaaaaaaaar!

Beijos,

Ana

CURIOSIDADES SOBRE O POOH: Ursinho Pooh (no original inglês, “Winnie the Pooh”), foi criado pelo escritor inglês Alan Alexandre Mine e Disney hoje têm os direitos sobre as histórias. Milne chamou o personagem de Winnie-the-Pooh por causa de um ursinho de pelúcia que era do seu filho, Christopher Robin Milne, que foi a base para o personagem Christopher Robin. Seus brinquedos também emprestaram seus nomes para a maioria dos personagens, exceto Corujão e Abel, assim como o personagem Buster, que foi adicionado à versão da Disney. O urso de brinquedo de Christopher Robin está agora exposto na Seção Principal da Biblioteca Pública de Nova Iorque em Nova Iorque. (foto abaixo) – fonte: wikkipedia

-The_original_Winnie_the_Pooh_toys

Comente!