Gravidez

Girl da semana: Gabriela Borges

Oi Girls, tudo bem? A “girl” da semana é uma amiga muito querida que tem uma história liiinda de superação! E com um final feliz, muito feliz!

Tenho certeza que vocês vão se emocionar com a história dela!

Nome: Gabriela Borges                                                                                                      

Idade: 31 anos

Profissão : Advogada                                                                                                             

Mãe de : João – 6 meses

Como foi a descoberta em ser mãe?

Foi uma surpresa muito boa. A gravidez foi super planejada, e o resultado positivo foi a melhor noticia da minha vida.

Antes da chegada do João eu fazia/eu era….

Há 15 anos atrás (aos 16 anos de idade) descobri que tinha Artrite Reumatóide Juvenil. Iniciei o tratamento com um reumatologista e desde o principio a recomendação sempre foi: VOCÊ NÃO PODE ENGRAVIDAR TOMANDO OS REMÉDIOS. 

Nesses 15 anos muitas coisas rolaram, entre elas 4 cirurgias (2 no cotovelo direito, 1 no cotovelo esquerdo e 1 no punho esquerdo); inicio do namoro com o Guilherme; mudança de Presidente Prudente para São Paulo; casamento e por fim depois de quase 3 anos morando juntos, a vontade de engravidar. 

Mas essa gravidez tinha que ser MUITO planejada, pois precisava deixar de tomar os remédios por 6 meses e só depois engravidar.

Em Agosto/11 fizemos uma viagem a Europa de ferias e para comemorar meu aniversario de 30 anos, e ao chegar em casa decidi que não iria mais tomar meus remédios.

Meu planejamento: Em Fevereiro/12 completaria 6 meses sem remédio, em Março estava marcada a cirurgia do meu cotovelo esquerdo e depois já estaria liberada para engravidar. E foi justamente assim que aconteceu… 

Fui para o Hospital Sírio Libanês operar e deixei o anticoncepcional em casa. Morria de medo de demorar meses ou anos para engravidar, pois estaria sem os remédios e isso significava SENTIR MUITA DOR.  Mas foi tudo muito perfeito e em Abril/12, um mês depois, eu engravidei… 

Conte para nós como foi o parto do João:

Desde a descoberta da gravidez tinha uma certeza: ter parto NORMAL. Por indicação de uma amiga conheci a Dra. Betina Bittar, que acompanhou toda a minha gestação e graças a ela e claro a minha “raça” o João veio ao mundo através de um parto HUMANIZADO. Tive um trabalho de parto super rápido (5 horas) e tudo mais uma vez aconteceu da forma mais perfeita e muito além do que eu sempre sonhei. (a foto abaixo é o pezinho do João ao nascer)

Você amamentou? Gostou? Fique a vontade para escrever, contar as dicas, dificuldades…

Amamentei exclusivamente com leite materno até 5 meses e meio e há 2 semanas inclui o leite artificial 3 vezes ao dia. Experiência maravilhosa.

Como foi a sua gestação? Se sentiu mais bonita? 

Foi ótima… Curti muito o barrigão!!!

Engordou quantos kg  ? em qto tempo voltou ao normal?

Engordei 10 quilos e os perdi em 30 dias. Hoje já perdi no total 14 quilos.

Uma boa dica pós-parto: 

Não fiz nada de especial. Emagreci naturalmente e comendo mais do que antes, porque amamentar aumentou bastante o meu apetite. Tinha muita sede, tomava uns 4 litros de água por dia.

Como são os primeiros dias? 

São cansativos e cheio de dúvidas, mas o instinto materno sempre fala mais alto e tudo acaba bem.

Quais as suas lojas preferidas para comprar as roupinhas do João ? tem alguma dica super imperdível?

Compro muito pouco roupa no Brasil, porque acho muuuuito caro. Mas gosto da Pinni, da Green e da Zara.

Qual o momento até agora que mais te marcou com ele?

Nossa, com 1 semana ele engasgou mamando e fomos de ambulância para o pronto socorro. Foi um susto terrível!!

Programa predileto da familia:

Ficar em casa nós 3 agarrados. Meu marido é piloto e passa muito tempo viajando, então adoramos ficar em casa curtindo juntos a rotina do João.

Descreva um dia de vocês: João e Gabi

Passamos o dia todo juntos, entre mamadas, sucos, frutas, fraldas, e agora em uma fase de muitas risadas e bagunças. 

Como você consegue pretende adaptar sua vida profissional, de esposa, mãe e dona de casa?

Pretendia voltar ao trabalho depois de 6 meses, mas esse dia chegou e eu não consegui rsrs. Vou prorrogar essa volta por mais 6 meses e aproveitar o primeiro ano bem grudada com ele…

A conciliação da vida profissional vou pensar só em 2014.

3 lições que espera passar ao João:

Respeito, amor e sinceridade.

Quais são os maiores desafios a superar agora ?

Criar e educar o João da melhor forma possível.

Ser mãe é…. 

O melhor presente da vida!!

Gabi, amiga, obrigada por dividir conosco sua história!

Eu me lembro da expectativa que tínhamos antes da Gabi engravidar, compartilhamos juntas os medos e inseguranças em relação a Artrite Reumatóide dela.

Como seria passar os meses sem os remédios ( durante a gravidez e a amamentação- enfrentar a dor), se seria rápido engravidar, e como fazer com a amamentação já que alguns movimentos se tornaram mais limitados. Enfim inseguranças mil para um dos finais mais lindos que já vivi na minha vida: um parto natural, normal, sem anestesia, em uma banheira! Uma gravidez maravilhosa, e como a natureza é sábia, sem dor nenhuma!!! Gabi passou 9 meses lindaaaa e plena! A gravidez deixou-a mais bonita ainda!

E chega o João: lindo e cheio de saúde e Gabi amamentando para valer, superando tudo com muita alegria e amor. Descobre-se posições diferentes (devido a cirurgias do cotovelo a limitação era um pouco maior), e cria-se um jeitinho que só os dois se entendem. Dificuldades? Aonde ??? Quando se é mãe superamos tudo !

E hoje temos o João, cada dia mais lindo e forte!

Uma mãe leonina, e leoa de verdade: GUERREIRA QUE CUIDA E PROTEGE A CRIA!

Amiga, muito obrigada por dividir conosco sua história! Você é uma vencedora e exemplo!

Que muitas mamães não deixem de sonhar! Acreditem que tudo vai dar certo!

Um beijo,

Ana

Comente!