mamães, toddlers

Desfralde

Oi mamães tudo bem? Hoje quero falar de desfralde!! Confesso que falar esta palavra já me dá arrepios… vou contar porque!

#ALERTA vem papo de mãe mesmo por aí!

No final do ano passado, Helena com 1 ano e 11 meses estava reclamando muuuito da fralda, eu achei que seria uma oportunidade bacana para iniciar seu desfralde e tentei…

Foi de uma maneira suuuuper leve, deixávamos ela sem calcinha em casa, pela manhã, só para ver como acontecia… durou 1 semana mais ou menos no máximo.

Neste meio tempo, também, mudei seu leite do Ninho 1+ para o Ninho leite mesmo, de “garrafa”, pronto. Achei que ela estava já com quase 2 anos podia mudar o leite, OK algo natural também e que isso não mudaria nada.

O que eu sei, e que me dá arrepios de lembrar, é que Helena simplesmente parou de fazer cocô, e vocês não imaginam o que isso foi! Eu e a Tânia, que me ajuda com a Helena aqui em casa, percebemos a primeira vez, depois de 3 dias, que começamos a achar estranho…

Mais ou menos assim, a Helena não fez cocô hoje, nem ontem, nem anteontem…mas acontece que Helena sempre teve o intestino funcionando maravilhosamente bem! Fazia cocô todos os dias reguladinha, 2 a 3 x por dia, sempre, sempre no mesmo horário…enfim algo bem estranho!

Com isso, Helena foi ficando com dor de barriga, nervosa e não conseguia mais fazer cocô! Não sei explicar mamães, mas acho que “a coisa” estava há dias lá dentro e duuuuuro, tão duro que ele prendia no bumbumzinho dela quando ela ia fazer, desespero, aí que ela começou a segurar mais e mais, e isso não melhorava! Virou um ciclo, ela não fazia com medo de acontecer, de doer e quanto mais segurava era pior!

Entramos com laxantes mil de todos os tipos, era água de ameixa o dia inteiro, supositório de glicerina, minilax… porque a alimentação dela não tinha mudado em nada…excepcionalmente no LEITE!

Exata 1 semana depois, percebemos a mudança do leite (o tirar a fralda acho que foi 4 dias no máximo! Ai já desisti…) e voltamos na mesma hora!!! Mas o cocozinho dela não voltou a melhorar com isso…

Melhorou sim, aos poucos, com o passar dos dias, mas ainda não tinha voltado ao normal….e era muito, muito remédio para ela ir ao banheiro, laxante diário…

Fomos então viajar para Punta Del Este no Revellion e não é que desde o PRIMEIRO dia de viagem ela foi no banheiro NORMALMENTE? Fazia seu cocô, nos seus horários de sempre, normal!

Impressionante, tenho a impressão e a certeza praticamente, que a mudança de ares, sair de casa, viajar, “aquela pressão” que de alguma forma estava acontecendo dentro dela saiu e ela conseguiu relaxar!!!

Não precisei usar nem água de ameixa, nem laxante nenhum dia para ela! E não mudamos em nada sua alimentação voltada para fazer o intestino funcionar, ela se alimentou normalmente!

O que eu claramente percebi que foi totalmente PSICOLÓGICO o que aconteceu. Foi um desfralde precoce, e assim mal sucedido.

Os primeiros dias ela segurou, depois não conseguiu fazer, quando conseguiu doeu muito, aí segurava de novo…enfim uma bola de neve que foi salva pelo revellion…ufa!

Mas que me deu um belo TRAUMA para desfraldar a pequena…

E agora, Helena com 2 anos e 4 meses, está na escolinha e na salinha de aula dela só tem mais 1 amiguinha com fralda, todos já de calcinha e cuequinha desfraldados…

Mas eu confesso aqui que ainda não acho que é a hora da Helena, não sinto que ela está super preparada, e só vou iniciar este processo novamente quando tiver a certeza!

Recebi um email do Baby Center estes dias com dicas sobre o desfralde que eu ameiii e vou colocar as dicas deles aqui para vocês, já que me ajudaram muito, e a ter mais certeza a esperar um pouco mais! Vejo claramente que a Helena ainda não corresponde a alguns itens.

Segue abaixo:

Meu filho está pronto para tirar a fralda?

Parece que foi ontem que você estava trocando aquelas fraldas minúsculas de recém-nascido, e agora já está pensando se está na hora de o seu filho largar a fralda de vez! Não existe uma idade certa para aprender a fazer xixi e cocô no penico ou na privada. Mais que a idade, é preciso prestar atenção nos sinais que a criança dá.
Só inicie o processo do desfraldamento quando seu filho mostrar que está preparado. Veja abaixo alguns desses sinais. Você não precisa ter marcado absolutamente todos para começar. Procure identificar no seu filho a vontade de se tornar mais independente.

Sinais físicos

Anda com firmeza, e até consegue correr.

Faz bastante xixi de cada vez (e não de pouquinho em pouquinho).

Faz um cocô razoavelmente sólido, em horários mais ou menos previsíveis.

Fica “seco” por pelo menos três ou quatro horas, ou seja, os músculos da bexiga conseguem segurar a urina.

Sinais de comportamento

Consegue ficar sentado na mesma posição por entre dois e cinco minutos.

Consegue abaixar e levantar as calças.

Fica incomodado quando a fralda está suja ou molhada.

Demonstra interesse nos hábitos de higiene (gosta de observar os outros irem ao banheiro ou quer usar cueca ou calcinha).

Não demonstra resistência à idéia de usar o penico ou a privada.

Está numa fase em que gosta de colaborar, e não numa fase “do contra”.

Sinais cognitivos

Consegue seguir instruções simples, como “vá pegar aquele brinquedo”.

Entende que cada coisa tem o seu lugar.

Tem palavras para xixi e cocô.

Entende os sinais físicos de que está com vontade de ir ao banheiro, e consegue pedir para ir (ou até segurar a vontade um pouco).

————————–

Então mamães como o pediatra da Helena já disse uma vez: você já viu adulto de fraldas? Então sem dramas, e muita calma que cada criança tem seu tempo! Ela(e) vai tirar as fraldas, no tempo dele(a) !

Alguma mamãe aí dá um alô? Conhecem algum caso cabeludo assim rs? Como foram seus desfraldes?

 

Beijos,

Ana

Comente!