cordão umbilical, doação, Dra. Ana Claudia Carramaschi Soares, saúde

Células-tronco: vale a pena guardar em Bancos Privados?

cordão umbilical
imagem: google
Acabei de postar na fan-page do blog e no grupo do blog: pois mais uma vez, mais uma reportagem acaba de sair alertando sobre este assunto: NÃO, É INDICADA A COLETA DE CÉLULAS TRONCO EM BANCOS PRIVADOS DE CORDÃO .
A informação deve ser repassada: saibam que também a Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia assim como a Anvisa não recomendam.
Tenho uma irmã Pediatra Hematologista, e ela não me recomendou a coleta no parto da Helena. Imaginem se, a minha irmã não me indicaria se fosse algo que realmente valesse a pena. Coletar as células-tronco não é um “seguro de vida” para seu filho e não garante o tratamento de doença que ela/ele possa ter no futuro.
O que a minha irmã me indicou é que eu doasse as células. No hospital que eu tive minha filha, este é um procedimento possível, e ESTE SIM, SUPER INDICADO: a doação de sangue de cordão umbilical.
Este procedimento de doação poucas pessoas sabem,e poucas divulgam né?
É preciso incentivar a doação de células-tronco do cordão umbilical!
Vejam maiores informações, fonte site do Hospital Albert Einstein.

É simples, indolor, seguro e gratuito
“Após o nascimento de um bebê, o sangue do cordão umbilical é muitas vezes descartado juntamente com a placenta. No entanto, o recuperado do cordão umbilical e da placenta é uma fonte rica de células-tronco, isto é, que produzem todos os outros tipos de células do sangue.”
Por que doar sangue de cordão umbilical?
Somente 25% dos pacientes que necessitam de um transplante de células-tronco hematopoéticas encontram doador familiar compatível. Fazendo a doação ao Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical do Einstein você ajudará a salvar a vida dessas pessoas.
Ao contrário da medula óssea, as células-tronco hematopoéticas obtidas do sangue de cordão umbilical podem ser transplantadas sem que haja uma completa semelhança entre o paciente e o doador. Outra vantagem do Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical é a redução do tempo para a obtenção do material. No caso dos transplantes de medula óssea, leva-se cerca de seis meses entre a identificação de um doador compatível nos registros de doadores e a coleta da medula óssea para o transplante. Quando se identifica uma unidade de sangue de cordão umbilical compatível com um paciente, esse tempo cai para 20 a 30 dias, pois as amostras já estão previamente testadas e classificadas.
O Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical pertence á BrasilCord, uma rede pública que atende toda a sociedade brasileira e, mesmo que você não seja doador, caso você ou alguém de sua família necessite, também poderá fazer uso das células-tronco hematopoéticas armazenadas pelo Banco.Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Saúde, disponível para toda a população.

E aqui nesta lista estão os locais que realizam a coleta, QUE ATENDE A TODA A POPULAÇÃO.

Todas as informações, de como doar, e demais dúvidas estão no site do Einstein, acessem e informem-se: CLIQUE AQUI!
Clicando neste link , você também encontra uma reportagem da Folha de São Paulo sobre a Cartilha da Anvisa.
Divulguem!
Vamos fazer o bem, sem olhar a quem!!!!
Beijos
Ana

Comente!