Formando filhos gratos e felizes

Formando filhos gratos e felizes

Formar um filho grato e feliz é o sonho de qualquer pai, mas, infelizmente, não é muito o que temos visto acontecendo com as crianças recentemente. Filhos constantemente insatisfeitos e que parecem não reconhecer o esforço dos pais é uma queixa bem comum no consultório.

Como hoje, aqui nos EUA, é comemorado o Thanksgiving, ou Dia de Ação de graças, essa é uma oportunidade perfeita para falar sobre gratidão e como formar filhos mais gratos.

O Thanksgiving é o feriado mais importante para a família americana. Mais importante até que o natal. É aonde os familiares se reúnem, almoçam juntos, celebram e agradecem tudo o que há de bom em suas vidas. Adoro essa época do ano por aqui, porque respiramos o clima da gratidão aonde quer que se vá!

Mas como formar um filho grato? Esse é um dos temas que eu venho estudando intensamente, aqui nos EUA, nos últimos 2 anos. A Psicologia Positiva encontrou em inúmeros estudos, uma alta relação entre gratidão e felicidade e é essa a razão pela qual formar um filho grato, também significa formar um filho feliz.

A boa notícia é que a gratidão é um valor que pode ser ensinado e existem atividades deliciosas para serem feitas com as crianças que ajudam nessa construção.

Seguem 3 atividades:

1 – Escreva com o seu filho, ou peça para ele escrever, cartinhas de agradecimento para pessoas que o cercam e que lhe fazem bem como: avós, professores da escola, tios. É interessante que você descreva com a criança tudo o que aquela pessoa fez (ou faz) de bom para ela.

2 – No final do dia, peça para o seu filho te contar as 3 coisas mais legais que aconteceram  e quem foram as pessoas que ajudaram  com que esses momentos existissem . Essa é uma maneira da criança perceber que outras pessoas se esforçam para que ela tenha experiências especiais. Ex: Se a criança relata que um dos momentos legais foi ir ao parquinho, ela deve notar que alguém a levou. Esse ponto parece simples, mas é bem importante porque faz a criança se sentir especial, já que outra pessoa lhe fez aquele bem.

3 – Pegue um vidrinho com tampa e peça para a família toda escrever diariamente (ou semanalmente) num papel pelo o que são gratos. Coloque todos os papéis no vidrinho e leiam ao final do mês. Como as crianças são visuais, ver o vidro enchendo é bem interessante. Ler ao final do mês também ajuda com que elas percebam quantas coisas legais aconteceram nesse tempo.

Crianças gratas são crianças menos materialistas, mais generosas, mais otimistas com o futuro, se relacionam melhor com a família e amigos e são menos propensas a se envolverem com drogas e álcool no futuro. Esses são apenas alguns dos benefícios encontrados pela Psicologia Positiva dentre tantos outros.

Formar filhos gratos e felizes é possível e quanto mais a gratidão estiver presente dentro de casa, mais naturalmente esse valor se desenvolverá! Happy thanksgiving!

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem somos

O Alphamães traz a proposta de reescrever o paradigma da “mãe perfeita”.

Com honestidade e humor, Ana e Helen comentam os retratos irrealistas da maternidade que são frequentemente apresentados em todas as mídias sociais e tradicionais.

Artigos Recentes

Instagram

Rolar para cima