BRINQUEDOS

Brinquedoteca: um espaço direcionado à criança

Olá Mamães!
Hoje viemos dar uma passeada no blog para conversar um pouco sobre os espaços
que destinamos para os nossos pequenos brincar…esse cantinho mais conhecido
pelo nome de Brinquedoteca.
Primeiramente, vamos nos apresentar: somos a Angelina e a Melissa, arquitetas
da ESTÚDIO DO TRAÇO Arquitetura&Design e, além de
vivenciarmos essa parceria profissional, somos mães e, na hora de desenvolver um
projeto do espaço para as crianças, podemos dizer que possuímos o conhecimento
não somente técnico, mas também na vivência prática.
Quando pensamos na brinquedoteca, lembramos daquele espaço colorido e cheio
de brinquedos, onde as crianças vão fazer o que mais gostam: brincar.
Na teoria, é nela que brincando, nossos pequenos adquirem conhecimento, que
futuramente será a base para a aprendizagem formal. Na prática e, principalmente
para nós mães, a brinquedoteca é o espaço onde a criança descarrega as suas
energias e nós ficamos tranquilas por estarem em espaços seguros e cheio de
motivação para interagir e explorar o novo.

brinquedoteca1

É essencial que pensemos na brinquedoteca como um espaço direcionado
principalmente para a criança: seu livre acesso, sua independência, o incentivo a
criatividade e a liberdade, não esquecendo do conforto, e de que além da criança –
principalmente em brinquedotecas de uso comum, como condomínios residenciais –
o espaço também contará com outro usuário que é o cuidador e acompanhante da
criança ou bebê.

Um dos principais pontos a serem lembrados ao planejar uma brinquedoteca é o
fator segurança, por isso é importante que o espaço esteja localizado numa área
bem ventilada e com boa iluminação. Uma dica é reservar uma grande área livre no
chão para as brincadeiras. Para o piso, a escolha deve ser direcionada a um
material de fácil manutenção como o vinil, PVC e laminado de madeira. Uma ótima
pedida é o uso dos tapetes de EVA, que evitam o acúmulo de sujeira e são
confortáveis e práticos, evitando o uso de carpetes.
Quanto ao mobiliário, devemos sempre que possível optar por itens arredondados,
evitando peças com quina, pois podem causar acidentes.
Também devemos evitar na brinquedoteca a diferença de níveis de piso e materiais
como vidro, objetos cortantes e espelhos e é importante também lembrar sempre de
tampar as tomadas, ou melhor: fazer os pontos de tomadas em alturas e locais de
difícil
acesso
as
crianças.
Algumas referencias de itens que podem valorizar o ambiente da brinquedoteca:
1. Lousa (ou quadro negro): que exporá a criatividade

 

brinquedoteca3

 

Dica: o quadro negro pode ser, simplesmente, a parede pintada de preto (ou verde,
ou a cor que preferirmos). Hoje em dia, utilizamos muito a lousa como elemento de
decoração, além de dar um caráter bem dinâmico ao ambiente!
2. Tenda, barraca ou casinha para explorar a criatividade e os sonhos dos
pequenos

brinquedoteca5

 

3. Espaço para guardar os brinquedos: abertos de fácil acesso E fechados para
manter a organização do espaço;
4. Tapete de EVA ou emborrachado;
5. Pufes para descanso do cuidador ou para o descanso das próprias crianças;

 

brinquedoteca7

 

6. Mesa e cadeiras;

brinquedoteca9

Dica: Como na imagem, podemos pintar o tampo da mesa com tinta própria para
lousa, e assim criamos uma “mesa-lousa”.
7. Espaço para os livros;

brinquedoteca11

Dica: uma caixa com rodízios é uma excelente opção para as brinquedotecas (e
quartos de criança). Além de ser muito prático e ter um acesso fácil aos pequenos,
ele é bastante dinâmico e pode ser “largado” em qualquer lugar do ambiente sem
ficar com cara de bagunça.
8. Arrnário para armazenamento dos itens menores como: papéis, lápis, giz, etc;
9. Mural para pendurar as artes dos pequenos

brinquedoteca13

Se o espaço disponibiliza de área, podemos ainda colocar piscina de bolinhas,
balanço, enfim todo e qualquer brinquedo ou divertimento que a criança tenha
preferência. Uma dica também é o uso de um aparelho de som, para tornar os
momentos na brinquedoteca ainda mais divertidos e agradáveis.
Quanto as cores: pensamos que o espaço deve ser bem colorido, do jeitinho que as
crianças gostam. Mas se formos para uma linha mais discreta podemos deixar o
quarto num tom claro e clean e usarmos elementos decorativos, como bandeirinhas,
quadros, adesivos e os próprios elementos que constituem o espaço.

 

brinquedoteca15

Para finalizar, montamos um “esquema” seguindo as dicas acima:

brinquedoteca17

Esperamos ter ajudado a todas as mamães na hora de pensar nas brinquedotecas
dos nossos pequenos!

Comente!