Febre, tosse e nariz entupido… a gente sempre pensa: ah, peguei gripe de novo! Facilmente confundida com uma gripe ou resfriado, a infecção pelo VSR – vírus sincicial respiratório – atinge crianças e adultos e é responsável pela maior parte dos casos de bronquiolite em menores de 2 anos. (quando começa aquela falta de ar e chiado …) Qual mamãe aqui nunca se questionou o que aconteceu, quando viu o bebê tão doentinho em casa? Ou quando descobre ali, no pediatra, que vai precisar de internação?
É UM DESESPERO!!!

bronquiolite bebe

que susto mamãe rs

Eu sempre me perguntei… quando via amigas minhas, correrem pro hospital com aquela velha história “ele está ofegante, amiga”… a Lelê nunca ficou assim. Ainda bem, mas quem é mãe já pode ter passado um apuro deste. É duro, difícil, mas uma gripe muitas vezes é confundida com uma infecção pelo VSR e é por isso que a gente traz hoje este alerta: este é o vírus responsável pela maior parte dos casos de bronquiolite e pneumonia em crianças menores de 2 anos de idade
A infecção por VSR é algo que em nós, adultos, facilmente pode ser confundida por uma gripe. Não existe tratamento, somente alívio dos sintomas, assim não traz muitos riscos além de mal estar, e outros sintomas parecidos com uma gripe. Porém em bebês prematuros e outros considerados de risco (como cardiopatas e com broncodisplasia), a infecção pode ser mais forte, muitas vezes, levando a hospitalização e, em alguns casos, ser fatal.

Segundo o estudo BREVI (Brazilian Respiratory Virus Study), o VSR é responsável por 66,7% dos episódios de hospitalização por infecção respiratória baixa em bebês prematuros no primeiro ano de vida. Para chegar a esses dados, os pesquisadores acompanharam 303 bebês nascidos de até 35 semanas de gestação, em três centros de pesquisa diferentes: um em Porto Alegre (MG), um em Curitiba (PR) e outro em Ribeirão Preto (SP). Cada bebê foi monitorado pelo período de um ano. Primeiro, foram identificados 8 principais vírus associados a infecções respiratórias graves. Entre os quatro mais severos, o VSR ocupou a primeira posição, mostrando-se o mais frequente, seguido do rinovírus, do bocavírus e do metapneumovírus.
Sabendo de tudo isso, a principal questão que vem a mente é: como se prevenir? Vamos já contar para vocês:
Entre os meses de janeiro a agosto, o Vírus Sincicial Respiratório circula pelo Brasil, variando um pouco a época, de região por região.
O VSR circula o ano inteiro no Brasil. Mas durante a sazonalidade tem picos de circulação – começando em janeiro pela Região Norte (e terminando em agosto na região sul.

Vejam aqui a tabela da sazonalidade de circulação do VSR

E COMO PREVENIR?
Para prevenção, recomendam-se práticas comuns para evitar gripes e resfriados:
• lavar as mãos com frequência e principalmente antes de “tocar” no bebê;
• usar álcool gel
• usar lenços descartáveis em caso de coriza e tosse;
• manter objetos limpos;
• evitar ambientes fechados e proximidade com fumaça de cigarro.
Entretanto, para prematuros –cuja infecção por VSR leva a riscos graves para a saúde dos bebês, a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Sociedade Brasileira de Imunizações incluíram a imunização profilática com anticorpo específico contra o VSR no calendário do prematuro –
Os pediatras devem estar alertas e a gente deixa o alerta aqui “de mãe para mãe” para a prevenção antes do início da próxima temporada de maior circulação do vírus.

EXISTE UMA IMUNIZAÇÃO PODE PREVENIR ESSE PROBLEMA NOS BEBÊS PREMATUROS

O palivizumabe é um anticorpo monoclonal específico contra o VSR, e quando administrado em bebês de risco, evita reduz o risco de hospitalizações e as formas as graves da doença.
Essa imunização está disponível no SUS já há alguns anos e, a partir de 2018, foi incorporada pela Agência Nacional de Saúde (ANS), no seu Rol de Procedimentos de Saúde, tornando sua cobertura pela saúde suplementar obrigatória.

bronquiolite bebe

agora sim ;)

MAS QUANDO IMUNIZAR?
Devem ser imunizados os bebês prematuros que nascem durante a estação do vírus – VEJA NA TABELA LÁ EM CIMA e, os bebês que nasceram fora deste período devem ser orientados a receberem a imunização logo iniciada a sazonalidade do vírus no ano seguinte A imunização é realizada mediante prescrição médica e é fornecida gratuitamente pelo SUS (conforme o calendário de cada região) e também pelos planos de saúde.

Enfim, estamos na temporada do VSR e os bebês prematuros, cardiopatas e broncodisplásicos (considerados grupos de risco) devem ser imunizados antes do pico da estação.

Conversem com o pediatra ou neonatologista do seu bebê..
Estamos aqui para nos ajudar!

Um beijo
ANA

(Conteúdo desenvolvido em parceria com AbbVie Brasil)