Acolhimento que pode salvar vidas

💛1. Sim. Crianças e adolescentes entre 8 e 14 anos também tiram a própria vida. Outras mortes em idades anteriores são consideradas acidentes.

💛2. Os casos de suicídio entre crianças e adolescentes são mais comuns em dias de semanas, enquanto nos adultos em finais de semana. Casos de suicídio próximo ao Dia das Crianças e Natal são praticamente inexistentes na infância, provavelmente por serem dias mais carregados de alegria. Já após o mês de outubro, eleva-se essas ocorrências, possivelmente pelo aumento das exigências escolares próximas ao fim do ano letivo.

💛3. Depressão e Transtorno Bipolar são sinais de risco. A impulsividade da bipolaridade aumenta a probabilidade de atentar contra a própria vida.

💛4. Bullying, dificuldade de relacionamento com outros colegas, sentimento de rejeição e não se sentirem aceitas pelo grupo também são fatores de risco para o suicídio infantil.

💛5. Crianças que vivem situações familiares autoritárias e/ou abusivas são mais predispostas a cometer o ato.

💛6. Suicídio dá sinais. Há 3 fases: ideação (começa a falar sobre), planejamento, idealização (ato). Nove em cada dez casos são passíveis de prevenção.

💛7. Os pais devem estar atentos a mudanças de comportamento, sono, apetite e rendimento escolar.

💛8. Frustrar crianças artificialmente (castigos, tapas, autoritarismo) não deixa a criança mais forte. A criação respeitosa é altamente preventiva.

💛9. Crianças e adolescentes podem cometer suicídio para punir os pais. Mais um ponto para nunca insistir em uma criação de “retribuições” (ação-consequências).

💛10. A maioria das crianças que pensam em suicídio sentem falta da aproximação afetiva dos pais.

💛💛💛💛💛Há uma pergunta que pode diminuir drasticamente a ocorrência de um suicídio infantil: “O que eu posso fazer para você se sentir melhor?”💛💛💛💛💛

Avaliação psicológica, médica e por vezes medicação e internação podem ser necessárias.
Fonte: Psicóloga Márcia Tosin

Por |2018-10-08T22:46:29+00:00outubro 2nd, 2018|Adolescentes|

Deixe um comentário

Seja a primeira a ver nossas “histórias reais".

Com a missão de trazer uma vida mais leve e algumas risadas, as alphamães te apresentam um mundo novo!
CADASTRAR
close-link

NOTA

Muitas das imagens do nosso blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Nenhuma das fotos pertencem ao acervo do AlphaMães, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso blog e você desejar sua remoção, favor enviar um email para alphamaes@alphamaes.com.br que prontamente a retiraremos do ar.

Pictures for this blog come from multiple sources. None of the pictures belong to us unless otherwise noted. If one of your pictures is on the site and you want it removed please write to alphamaes@alphamaes.com.br
OK