Ser Madrinha e agora?

Preciso dividir aqui com vocês: minha sobrinha nasceu!! Que emoção!!! E eu agora sou madrinha, sou dinda!Fiquei pensando estes dias na responsabilidade maravilhosa DE SER MADRINHA!!! que eu recebi a partir de segunda-feira, um dos dias mais especiais da minha vida, o dia que a Laura nasceu. Minha sobrinha tão esperada…tão amada!!!!

Ser nomeada madrinha de uma criança, um bebê que acabara de chegar ao mundo é uma benção  e um presente para mim, e traz sim muitas responsabilidades. Para mim, que já sou mamãe, nomear a escolha da madrinha da minha filha não foi difícil, já que tenho 2 irmãs. Mas será que é sempre necessário colocar uma irmã como madrinha? Qual realmente o papel que uma “dinda” tem na vida de uma criança? Achei o momento bacana de dividir alguns valores aqui com vocês!
Primeiro optei por dividir aqui sobre a importância do batismo de uma criança para a Igreja Católica.

O Batismo é o sacramento da fé. Porém, a fé que se requer para o batismo não é uma fé madura, mas um começo, que deve desenvolver-se. Em todos os batizados, acredita-se que a fé deve crescer após o batismo. É por isso que a Igreja celebra todo ano, na noite da Vigília Pascal (Sábado Santo), a renovação das promessas batismais.
O batismo de crianças então nada mais é do que uma tradição da Igreja Católica ligada ao desejo dos pais e familiares de que o bebê receba uma bênção e tenham uma iniciação religiosa.
Quais os efeitos do Batismo?
O Batismo perdoa o pecado original, todos os pecados pessoais e as penas devidas ao pecado; faz participar da vida divina trinitária mediante a graça santificante; faz participar do sacerdócio de Cristo e constitui o fundamento da comunhão com todos os cristãos.
O batizado pertence para sempre a Cristo: é marcado, com efeito, com o selo indelével de Cristo (caráter).
Por que Batizar Crianças?
O Batismo das crianças se dá porque tendo eles nascido com o pecado original precisam ser libertados do poder do Maligno e ser transferidos para o reino da liberdade dos filhos de Deus. Para a Igreja Católica, o Código de Direito Canônico (Can 872 a 875) determina que, se possível, seja dado ao batizando um padrinho.
E fica a dúvida maior: Como escolher os padrinhos?
A igreja Católica indica que os padrinhos sejam católicos, pois um dos papéis dos nomeados é acompanhar o crescimento da criança dentro da fé cristã. Mas além, devemos pensar nas responsabilidades que esta nomeação têm.
O papel da madrinha expressa o que eu realmente acredito que é a honra do convite: é assumir a responsabilidade de zelar pela criação e educação destes que lhe foram entregues como “presentes”. Uma madrinha é como uma segunda mãe, um padrinho é como um segundo pai, estes têm a obrigação de oferecer amparo, amor, colo, afeto e segurança à criança. 
A madrinha e o padrinho são os pais que foram escolhidos para cuidar dela(e). Á eles cabem muita responsabilidade. É muito importante que se crie uma ternura, um afeto, que seja uma pessoa que a criança sinta, desde pequena que possa contar. São valores morais e espirituais que devem ser compartilhados, e oferecidos como apoio. Ser madrinha é sim ser uma segunda mãe!!!!
Sabendo desta importância, o que esperar de uma madrinha, de um padrinho?
1. Ser presente
A presença da madrinha e do padrinho é muito importante. Muitas vezes os escolhidos por serem da família não estão presentes no dia a dia da criança, mas a presença pode ser feita a ser sentida mesmo de longe. Receber uma ligação semanal da “dinda” ou do “dindo” é mais que importante. Se morar perto, a cada 15 dias um passeio nem que seja para tomar um sorvete, uma visita em casa já é algo muito especial. Crianças gostam de carinho e atenção. Aos padrinhos, exercer esta função é uma obrigação.
2. Apoiar a mãe e o pai, ser amigo(a)
Acredito que a madrinha também deve ser alguém que a mãe confie. A madrinha escolhida deve ser alguém com que a mãe tenha intimidade, que possa abrir seu coração em relação aos cuidados e educação. Eu particularmente acredito que a escolha da madrinha (e do padrinho também) têm de ser feita com base na confiança, escolher alguém que você confie é muito importante, que você tenha intimidade. Este apoio pode significar muito no futuro. Não acho que a escolha deve ser alguém de sangue ou não. Tipo “só colocar irmãos” ou primos, familiares. Fazemos grandes amizades na vida , e estas também devem ser consideradas se você não possui um bom relacionamento familiar. Não vai ser uma nomeação que vai aproximá-los. É como filho que não segura casamento, quem vai sofrer vai ser a criança.
3. Comprometimento
É preciso que os escolhido( s ) tenham a  informação da importância que têm o cargo que lhe será nomeado. Se você tem dúvidas da escolha, não coloque. É sim necessário um comprometimento, um compromisso de vida com a criança.
4. Presentes de amor
Na sociedade que vivemos este é um item que não se pode ignorar. Um padrinho tem uma responsabilidade sim em presentear a criança em algumas datas especiais. Mas presentes podem ser feitos e dados de diversas formas: um passeio ao zoológico com o afilhado é um super presente, andar no parque de bicicleta com o afilhado também. É nas pequenas coisas, e nos pequenos atos que estão os melhores presentes da vida. Portanto não escolha nunca um padrinho ou uma madrinha pela condição financeira do mesmo, isso é tão pequeno em nossa vida. Presentes que valem mesmo são aqueles dados com amor, e isso pode ser um “big” ou um pequeno carrinho simples…ou uma bonequinha. Se o padrinho ou a madrinha for alguém presente, ele saberá como agradá-la sem precisar de tanto. Isso é o mais importante!!!
4. Amar muito
O padrinho/madrinha vai ser aquela pessoa que os pais vão dividir a “babação” rs. Curtir os momentos com eles, se emocionar faz parte do pacote!!! E é o principal item: amar incondicionalmente!!!

 

Finalizo com a imagem linda feita pela fotógrafa Olivian Moioli, da minha irmã (que é a madrinha da Helena) e da minha pacotinha no dia de seu batizado. Minha irmã “literalmente” babando na Helena!!!!
E espero que o post chegue a muitos papais e mamães, e que aqueles que recebam o convite tenham a informação de qual a sua responsabilidade em fazer parte dessa nova vida que chega ao mundo.
Beijos da mais nova dinda!!!!
Ana Flavia

Por |2018-10-07T23:09:11+00:00outubro 30th, 2014|Batizado|

Deixe um comentário

Seja a primeira a ver nossas “histórias reais".

Com a missão de trazer uma vida mais leve e algumas risadas, as alphamães te apresentam um mundo novo!
CADASTRAR
close-link

NOTA

Muitas das imagens do nosso blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Nenhuma das fotos pertencem ao acervo do AlphaMães, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso blog e você desejar sua remoção, favor enviar um email para alphamaes@alphamaes.com.br que prontamente a retiraremos do ar.

Pictures for this blog come from multiple sources. None of the pictures belong to us unless otherwise noted. If one of your pictures is on the site and you want it removed please write to alphamaes@alphamaes.com.br
OK